Armazenamento e Entrega

Armazenamento e Entrega

Transporte e Entrega

Transporte e Entrega

O transporte de alimentos congelados deve ser em veículo capaz de manter a temperatura do produto -18°C ou inferior. Aqui na Quatro Massas tomamos todo o cuidado com o transporte e armazenamento.

O aumento na temperatura só pode ser tolerado por curtos períodos, porém, ela nunca deve ser superior a -15°C.

Nossos produtos são transportados em veículos que conservam a temperatura em -18°C, garantindo assim a qualidade.

Como armazenar

De acordo com a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) a temperatura de armazenamento de produtos congelados deve obedecer a alguns critérios.

Uma vez que a temperatura delimita o quanto alguns micro-organismos se reproduzem e, com isso, estabelece índices para que o risco de contaminação seja o menor possível.

A temperatura de armazenamento de nossos produtos deve ser igual ou inferior a -18ºC.

Como descongelar

Alimentos Congelados

Carnes Cruas, cozidas, pescados, sobremesas e outros alimentos

Temperatura de Congelamento Tempo Máximo de Armazenamento
Congelados de 0º a -5º até 10 dias
Congelados de -6º a -10º até 20 dias
Congelados de -11º a -18º até 30 dias
Congelados abaixo de -18º até 90 dias

A ANVISA preconiza que alimentos congelados devem ser descongelados sob refrigeração (abaixo de 5°C), não podendo ser descongelados a temperatura ambiente, dentro d’água ou embaixo de água corrente.

Nossos produtos devem ser descongelados sempre sob refrigeração, nunca e em hipótese nenhuma descongelar em temperatura ambiente e/ou usar “meios” para acelerar o processo.

Após descongelados os produtos não podem sofrer novo processo de congelamento.

Como aquecer

Retire do freezer e coloque em uma assadeira separados uns dos outros, asse em forno pré aquecido a 150ºC durante 25 a 30 minutos.

Após assado nossos produtos tem uma validade de 6 horas em estufa (acima de 60ºC), após esses período a qualidade diminui e o risco da proliferação de micro-organismos aumenta.

 

Micro-organismos

Os microrganismos são os principais causadores de doenças quando presentes nos alimentos. Então vamos apreender um pouco mais sobre eles!

Microrganismos, são organismos vivos, tão pequenos que são invisíveis a olho nu, ou seja, normalmente só conseguimos enxergá-los com auxílio de um microscópio.

Os microrganismos incluem as bactérias, os fungos, os vírus e alguns parasitas. Dentre os microrganismos, as bactérias são os principais perigos biológicos. Estando presentes no solo, no ar, na água, nos alimentos, nos animais, como animais domésticos, insetos e pragas, no lixo e na sujeira em geral.

Também são encontrados nas pessoas, tanto na pele, no cabelo, nas unhas, como em áreas internas do corpo como boca e garganta. As fezes e os ferimentos apresentam grandes quantidades de microrganismos prejudiciais à saúde.

Há mais microrganismos em uma mão suja do que pessoas em todo o planeta. A grande maioria dos microrganismos são inofensivos.

Dentro da área de alimentos, podemos dividir os microrganismos em três grandes grupos:

Aqueles que são úteis na produção de alimentos, como na fabricação de iogurtes, pães, queijos, etc.

Aqueles que são deteriorantes, pois estragam o alimento, alterando a cor, o sabor, o odor, a textura, etc.

E aqueles que são prejudiciais à saúde ou patogênicos, isto é, podem causar doenças em quem os consome.

É um grande engano acreditar que os microrganismos sempre alteram a aparência, o sabor e o cheiro dos alimentos. Alguns microrganismos patogênicos multiplicam-se nos alimentos sem modificá-los, ou seja, silenciosamente.

Então devemos tomar muito cuidado, além da higiene, seguir a risca o que o fabricante instrui na embalagem são formas de diminuir os riscos de contaminações e proliferação de micro-organismos indesejáveis.

Termômetro do ciclo dos micro-organismos

Temperaturas entre 4ºC e 62ºC favorecem o crescimento e a multiplicação de micro-organismos.

Temperaturas entre 4ºC e 62ºC favorecem o crescimento e a multiplicação de micro-organismos.

Lauro Franco é o nosso nutricionista responsável técnico da Quatro Massas.

Compartilhe este POST

Comment (1)

  • LILIA Reply

    gostei das explicações. Esclarecedoras e pertinentes.

    4 de março de 2021 at 20:06

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


×